Travagem regenerativa

travagem regenerativa

Alguns veículos elétricos vêm equipados com o denominado sistema de travagem regenerativa. Saber o que é, e perceber como funciona, vai ajudá-lo na decisão da compra de uma scooter ou bicicleta elétrica com este tipo de tecnologia.

Basicamente, a travagem regenerativa permite recarregar as baterias durante os períodos de travagem. Assim, a energia que vai sendo produzida na desaceleração ou travagem do veículo é aproveitada para recarregar as baterias.

O motor elétrico é um consumidor de energia no momento de impulsionar o veículo, mas também um gerador de energia quando ajuda na travagem do mesmo. O motor encontra-se ligado às baterias, recebendo energia para se mover, e fornecendo energia quando está em desaceleração. Tudo isto permite aumentar a autonomia do veículo elétrico, principalmente quando os percursos incluem estradas com descidas acentuadas.

Podemos dizer que o sistema de travagem regenerativa compensa nos trajetos com subidas e descidas, permitindo ganhos de autonomia entre os 5 e 10%. Não são valores elevados, no entanto, em determinadas circunstâncias podem fazer a diferença.

Não se esqueça que travar com o motor permite o recarregar das baterias e, ao mesmo tempo reduzir a utilização dos travões, resultando daqui, de forma indireta, uma redução nos custos de manutenção ou substituição dos travões.

O sistema de travagem regenerativa compensa? Depende do tipo de condução (se for agressiva com forte recurso aos travões não compensa!) e do tipo de trajetos (viagens com estradas planas não compensa!).

Após tudo o que foi referido, uma recomendação final: se puder, trave com o motor!

loading...