Razões para andar de scooter elétrica 1

vantagens scooters elétricas

As scooters elétricas já saíram da obscuridade e são cada vez mais comuns, principalmente nas grandes cidades. Quem as procura pretende evitar os altos preços da gasolina, maior mobilidade nas cidades congestionadas com trânsito e ao mesmo tempo ajudar o ambiente. A seguir, apresentamos a opinião de um leitor nosso, que nos enviou um email a descrever algumas das vantagens das scooters elétricas, e que pelo seu contéudo merece o devido destaque.

Fugir aos elevados preços da gasolina

Em tempos de crise, uma das principais vantagens das scooters eléctricas é evitar depender da gasolina para o seu veículo. A energia eléctrica é incomparavelmente mais barata que a gasolina e isto a médio prazo compensará o dinheiro investido numa scooter eléctrica. De notar também que isto traz outras vantagens: a scooter eléctrica faz menos ruído e é também mais fácil de limpar, pois a sujidade provocada pelo óleo e gasolina não a afectará. O facto de poderem ser carregadas em casa também o poupará às longas filas nos postos de combustível.

Mobilidade nos centros urbanos

Uma scooter eléctrica fará com que a sua viagem para o trabalho deixe de ser um inferno, pois pode evitar as longas filas de trânsito. Também o estacionamento no centro das cidades ficará muito mais fácil e é por isso que as scooters eléctricas são muito populares nas grandes capitais. Existem hoje em dia muitos acessórios que permitem atenuar os efeitos do clima no Inverno tornando as suas viagens mais confortáveis.

Fácil manutenção

Comparadas com os automóveis e scooters a gasolina, a manutenção de uma scooter elétrica é bastante mais barata. A manutenção é mais rara, não existindo necessidade de mudanças de óleo ou ajustes no carburador, bem como outras revisões necessárias nas scooters a gasolina.

Conforto e qualidade na condução

As scooters elétricas são bastante confortáveis, com uma condução muito suave e que se adapta facilmente a vários tipos de piso. Como a velocidade que atinge não é muito elevada, a condução é fácil e muito estável. O motor não vibra como o de uma scooter normal e não faz o mesmo barulho.

Se tem um carro, não precisa tirar outra carta

A legislação portuguesa diz que os titulares de carta de condução válida para veículos da categoria B (automóveis ligeiros) podem conduzir motociclos de cilindrada não superior a 125 cm3. Esta transição de automóvel para scooter elétrica não implica por isso os custos de tirar uma nova licença.

As scooter elétricas são amigas do ambiente

As scooters eléctricas são também amigas do ambiente, não emitido dióxido de carbono para atmosfera pois não queimam combustível. É por esta razão que estes veículos são cada vez mais aconselhados e a sua utilização fomentada pelas autoridades de cidades muito populosas como Nova Iorque, Londres ou Hong Kong, e a tendência promete crescer também nas cidades portuguesas.

M. Tiago

1 Comment

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Video sobre a 11ª Edição da Semana Europeia da Mobilidade em Vila Nova de Gaia 0

Produzimos um pequeno vídeo sobre o evento realizado em Vila Nova de Gaia, que contou com a participação do Scooters Elétricas, que teve como principal objectivo informar os seus visitantes sobre as vantagens da utilização de scooters e bicicletas elétricas.

O Scooters Elétricas distribui ainda informação sobre os pontos a ter em consideração no processo de compra de um veículo elétrico.

O ambiente foi fantástico, e a realização de test-drives permitiu às pessoas terem um contacto direto com os veículos elétricos, dando origem a várias perguntas sobre os mesmos, a que o Scooters Elétricas foi respondendo.

O feedback das pessoas foi excelente, a curiosidade imperou, o balanço foi positivo!

Foi um prazer participar neste evento, que permitiu dar mais um passo na direção certa, a caminho de uma mobilidade cada vez mais sustentável.

[signoff1]

Uma scooter elétrica totalmente portuguesa 2

O Scooters Elétricas tem a honra e o orgulho de apresentar a primeira scooter elétrica portuguesa! Sim, estamos perante um veículo elétrico concebido por portugueses e com componentes de origem portuguesa.

Uma equipa de investigadores do Instituto de Sistemas e Robótica (ISR) da Universidade de Coimbra (UC) foi responsável peça criação e desenvolvimento deste projeto arrojado, que coloca Portugal no caminho de uma mobilidade cada vez mais sustentável.

Esta scooter elétrica vem equipada com tecnologia superior, destacando-se o sistema de propulsão inovador, um sistema “inteligente” de gestão das baterias (BMS – battery management system) e um carregador inteligente sem fios.

As baterias instaladas neste veículo permitem uma autonomia entre os 100km e os 140km, dependendo do tipo de condução e da tipologia do terreno. A este respeito refira-se que a scooter permite selecionar três tipos de condução: Sport, Eco e Safety. Assim, se optar pelo modo Sport a autonomia baixa para cerca de 70km, um valor bastante competitivo, tendo em conta os valores anunciados por marcas de referência.

Quanto ao seu preço ainda é cedo para o definir, dado estarmos perante um protótipo, que se fosse colocado no mercado apresentaria um valor próximo das maxi scooters de 200/400 cm3 de cilindrada, isto é, cerca de 5.000/6.000 euros. No entanto, se passar para a fase de produção, e dependendo ainda dos componentes finais incorporados e dos ajustamentos ao protótipo existente, o seu preço certamente irá baixar. Aceitam-se apostas!

A sua comercialização poderá estar para breve, dependendo, no entanto, dos interesses demonstrados na sua produção.

Nunca é demais recordar que estamos perante um veículo elétrico amigo do ambiente, com zero emissões de CO2, e com um consumo de eletricidade de 0,50€ por cada 100 Km percorridos.

O Scooters Elétricas apoia este tipo de iniciativas e ficará atento a novos desenvolvimentos sobre esta luso electric scooter.

[signoff1]

Scrooser, uma scooter elétrica original, com um design minimalista 0

Basta um pequeno impulso com o pé e a Scrooser começa a rolar. Um impulso com mais força, dá origem a uma velocidade maior. Existe desta forma uma interação com a máquina quase sem esforço. E pode ter a certeza que nunca vai ficar pendurado, pois a sua bateria pode durar até 25 dias de uso regular, e leva apenas 3 horas a carregar.

 
Scrooser 3
 
Uma coisa é certa: vai dar nas vistas com a Scrooser! “Primeiro estranha-se, depois entranha-se”, dizia Fernando Pessoa. Parece-nos uma expressão que se pode aplicar a esta scooter elétrica, com um design minimalista e robusto, capaz de fazer frente aos vários tipos de trajetos urbanos.
 
Scrooser 2
 

Principais características

Quadro: alumínio
Travões: disco hidráulicos
Pneus: Starco 18 x 9.5 – 8
Altura do assento: 700mm
Distância entre eixos: 1300mm
Dimensões: 1750mm / 1100mm / 750mm
Peso: 28 kg
Capacidade de carga: 125 kg
Motor: 250W
Performance: 48V / 20Ah
Bateria: Lítio (BMS)
Tempo de recarga: 1 – 3,5 h (depende do carregador)
Velocidade máxima: até 25 km/h
Autonomia: até 35 km
Autonomia com impulso: até 55km
 

Video

[vsw id=”kLNN9X-00kU” source=”youtube” width=”620″ height=”369″ autoplay=”no”]
 
[one_half]


[/one_half]

[one_half_last]


[/one_half_last]
 
[divider]
 

%d bloggers like this: